sexta-feira, 29 de abril de 2016

A ARTE QUE EXPRESSA: De Antonio Carlos de Almeida


Não é exagero algum denominar de Belas-Artes as expressividades: na pintura, na escultura, no mosaico, no vitral e no desenho artístico do bonconselhense Antonio Carlos de Almeida. De mediato percebe-se que a beleza dos traços artísticos se refinam, no gênero erudito genuinamente bonconselhense.


Nosso erudito artista ganha liberdade para expressar a religiosidade que tanto alimenta as almas dos cristãos. Antonio Carlos cumpri um papel primordial na vida artística bomconselhense, onde cores, formatos e expressões ganham vidas nos mínimos detalhes.


O que nos deixam perplexos e ver tanta beleza sem espaço para ser visto. Pois em Bom Conselho gestores públicos desprezam a arte, a cultura e o artista da nossa municipalidade. Tirando a paixão, que cega à razão. Tirando o chaleirismo, que engana o ego dos trouxas com mentiras. Uma coisa tem que ser dita, nossa cidade não incentiva, não valoriza, não preserva e nem divulga a rica produção cultural artística do nosso município.


Precisamos repensar o que realmente estamos fazendo com a identidade cultural do nosso povo. Nossos artistas são dignos artesãs das Belas-Artes. Onde o popular e o clássico desponta a cada beleza da nossa história. Temos que aplaudir de pé a cultura erudita de Antonio Carlos de Almeida. Que a cada pintura, a cada escultura revela a inigualável beleza cultural da terra de Dantas Barreto. Que mesmo diante do oficio de militar, Dedicou-se à literatura e ao teatro onde escreveu peças como a “Condessa Hermínia” (1883), “Margarida Nobre” (1886) e “Lucinda e Coleta, Episódios da Vida Fluminense” (1896).

  

domingo, 24 de abril de 2016

CARLOS ALBERTO: Projetos Culturais para Rainha Izabel


O produtor cultural Carlos Alberto se encontrará com o Mestre Coquista Galo Preto na cidade do Recife, para tratar dos novos projetos culturais que homenageará sua arte em Bom Conselho. O distrito de Rainha Izabel será o maior beneficiado, onde ganhará dois importantes movimentos culturais produzindos pelo o idealizador do Carnaval de Zé Puluca. Projetos esses que visa fortalecer a cultura nativista bonconselhense. Em breve noticiaremos todos os detalhes.



AMABC: Vice-presidente assume comando da entidade


O Comando da Associação dos Músicos de Bom Conselho, está sendo gerenciado desde 30 de março desse corrente ano, pelo o vice-presidente da AMABC. O jovem Gustavo Pereira, que assumi interinamente a Presidência da Entidade de Músicos de Bom Conselho. O Presidente Carlos Alberto, se licenciou da administração da Entidade dos Músicos, para disputar uma das cadeiras Legislativas na Casa de Dantas Barreto nessas eleições de 2016. 



AILTON SANTANA: Tia Loka - France







sexta-feira, 22 de abril de 2016

IV Carnaval de Zé Puluca: Sai a primeira amostra da caricatura de Andréa Tenório

Iniciamos o processo de confecção da caricatura da nossa homenageada Andréa Tenório. Lembramos que o layout acima é na verdade uma pequena amostra, e que passará por ajustes. Até que se aproxime ao que chamamos de ideal. Serão acrescentados detalhes no painel da imagem, conhecido como fundo de tela. O resultado final será surpreendente, pois habilidade o artista plástico responsável tem de sobra. Já no requisito compromisso com a qualidade, despensa comentários por nossa parte.
IV Carnaval de Zé Puluca. O melhor do nosso carnaval é você quem faz!!!!


quinta-feira, 21 de abril de 2016

AMABC: Em defesa de uma Secretaria de Cultura Municipal

A Associação dos Músicos de Bom Conselho apresentará proposta que viabilize a reabertura da Secretaria de Cultura Municipal em busca de um aparelhamento, que conduza de verdade, a implantação das políticas públicas em apoio e incentivo a cultura no município de Bom Conselho, inclusive a democratização dos investimentos nos distritos, situados na zona rural de Papacaça. Precisamos desmistificar o processo de geração, fortalecimento e resgate aos valores culturais artísticos de nossa cidade. É preciso iniciamos o processo de digitalização dos Arquivos Públicos do nosso município, possibilitando as vindouras gerações a conhecer um pouco da rica história dos nossos costumes, crenças e patrimônios materiais e imateriais. Em especial a nossa inigualável cultura. Nossos eventos devem viabilizar o fortalecimento turístico de Bom Conselho, ajudando aquecer a economia local, gerando renda e novos empregos, nos mais variados setores econômico. Incluindo o terceiro setor. Precisamos edificar Museu ou até Memorial que contemple em salve-guardar a memória artística, política e histórica da nossa cidade. A Casa do Artesão deverá ser o esteio da produção artística do artesão de Bom Conselho, possibilitando a comercialização do rico artesanato bomconselhense aos turistas. Criação de oficinas é mais uma importante ferramenta para preservação das técnicas e conhecimentos dos mestres artesãs, aos iniciantes artistas de Bom Conselho. Através de um corpo técnico realizaremos convênios nos mais variados setores governamentais e não governamentais. Resgatando, valorizando, preservando e difundindo as expressividades artísticas e culturais da nossa cidade.