Translate

sábado, 25 de março de 2017

CARNAVAL DE ZÉ PULUCA, COMO TUDO COMEÇOU: Luiz Clério, e os maiores doadores da I Folia de Puluca



Para ser tocado o movimento cultural de Puluca necessitaria de dinheiro. E para isso seria preciso obter ajuda de pessoas que tivessem boa vontade em ajudar a erguer a Folia que Homenagearia a memória do maestro Zé Puluca. O movimento ganhou de cara um importante militante. LUIZ CLÉRIO DUARTE, Editor e Proprietário do Jornal Agazeta. Graças a sua ilustre pessoa Dr. Emanuel Luna e Dr. Hélio Urquisa, passaram a ajudar de forma relevante na criação do CARNAVAL DE ZÉ PULUCA. Sendo o idealizador e proprietário da Rádio Papacaça AM e FM, Hélio Urquisa o maior doador financeiro do movimento. Sua contribuição possibilitou as confecções dos bonecos gigantes de Zé Puluca e Pedro de Lara. 


Já o Estandarte do Carnaval de Puluca, e a metade dos custos com palco, som e iluminação, ficaram a cargo do Dr. Emanuel Luna. Tornando-se o mesmo no segundo maior doador do I Grito Carnavalesco de Puluca. O prefeito Dannilo Godoy também foi procurado para ajudar na ocasião, porém a contribuição da PMBC, só aconteceu graças ao seu irmão, Daniel Godoy. Que contribuiu no restante dos 50% do pagamento do palco, iluminação e som. Cachês de passistas de Frevo, seguranças, carregadores de bonecos, orquestra de frevo. Despesas com transportes, alimentações e impressos. Foram pagos com recursos próprios de Carlos Alberto. Que não mediu esforços para também da sua contribuição, levando pra ruas de Papacaça, o ressurgimento do carnaval de rua dos tempos de outrora. 


CARNAVAL DE ZÉ PULUCA, COMO TUDO COMEÇOU: A divina intercessão de Zé Roberto


A divina intercessão de Zé Roberto


Porém o projeto ainda teria que passar pelo crivo dos seus filhos: Sônia, Sandoval, Sandoildo e Sérgio. Por motivo de saudade, e por despertar as doces lembranças de um pai amigo e presente. A principio o projeto foi rejeitado por dois dos seus filhos em Janeiro de 2013. A incumbência da noticia ficou a cargo de Sônia Tenório, que informou a Carlos Alberto, os motivos que levaram a não aprovação da homenagem. O que deixou o idealizador bastante triste. Mesmo com o consentimento de Sônia que encorajou a seguir em frente com a ideia. Carlos Alberto agradeceu o apoio da Professora Sônia, mais achou melhor aguardar um novo momento, pois não poderia iniciar o projeto sem o consentimento de todos os filhos do maestro Puluca. Passado um mês da recusa, em conversa com o amigo José Roberto Pereira da Silva, Zé Roberto do Programa Tribuna Livre. O Radialista a convite do amigo Zé Arnaldo, passou um dia de carnaval naquele mesmo ano, na propriedade de Sandoildo Tenório. Zé Roberto diante dos filhos de Puluca, defendeu a importância do projeto em prol da memória do saudoso maestro. Após dado o sinal verde tanto por Sérgio, como por Sandoildo. Zé fez questão de ligar no ato, informando a Carlos Alberto, que poderia tocar a execução do projeto CARNAVAL DE ZÉ PULUCA. Porém, ainda faltava o consentimento de Sandoval. O que aconteceu dias posteriores, em uma visita do mesmo a improvisada ex-sede do Carnaval de Zé Puluca (Praça Dantas Barreto. E assim foi dado inicio do projeto.

Continua ...


sexta-feira, 24 de março de 2017

CARNAVAL DE ZÉ PULUCA, COMO TUDO COMEÇOU: Os motivos da denominação


Três informações foram decisivas para que o Projeto inicial de um dia de folia em Bom Conselho, sofresse alteração na denominação da implantação do projeto carnavalesco em Papacaça. Primeiro foi o vídeo gravado por, Sônia Tenório, filha do maestro Zé  Pulucaque aclamava diante da sua gravação, um apelo para que não deixasse a história do Maestro Zé Puluca, caísse em total esquecimento. Em seguida outro ponto marcante foi o vídeo gravado pelo próprio maestro Puluca, onde o mesmo informa que estava realizando o referido registro em vídeo, para que no futuro a sua história pudesse ser contada e lembrada pelos Bonconselhenses. 

E Por fim o depoimento do saudoso Poeta Augusto Gomes, que entrevista, revelou a Carlos Alberto, que Puluca era sem duvida o maior e mais importante musicista, instrumentista, letrista, compositor e arranjador que Bom Conselho tinha em toda sua existência. Esses foram os fatores que definiram a criação da denominação CARNAVAL DE ZÉ PULUCA. 

Continua ...

CARNAVAL DE ZÉ PULUCA, COMO TUDO COMEÇOU: O inicio


O inicio

Tudo iniciou em 2010 quando ainda era vereador o Recifense radicado em Bom Conselho desde 2002, CARLOS ALBERTO, teve a ideia de criar um dia de folia de verdade para os Bonconselhenses apaixonados por carnaval. Devido à alta popularidade como jurado em um programa de calouro no SBT, sobre o comando do renomado apresentador Silvio Santos. O nome de Pedro de Lara, a principio foi lembrado para ser homenageado na Implantação do Projeto BLOCO CARNAVALESCO PEDRO DE LARA. Posteriormente alguns meses depois. Carlos Alberto iniciou um trabalho de pesquisa de campo sobre a vida do maestro José Duarte Tenório, conhecido popularmente como Zé Puluca. As pesquisas levaram o Recifense a deslumbrar a incrível história do maestro que aprendeu a tocar piano de garrafa ainda criança. A cada passo dado, um mar de informações revelavam a incrível história cultural do maestro Puluca. O que motivava ainda mais, Carlos Alberto a seguir em frente. 

Continua ...

terça-feira, 21 de março de 2017

V CARNAVAL DE ZÉ PULUCA: AMABC inicia estudo para realização de mais uma folia!!!


Após um breve descaso a Direção do Carnaval de Zé Puluca já iniciou estudos na elaboração de sua 5ª Edição. Com a data já pré-acertada para o dia 04/02/2018. O carnavalesco Carlos Alberto iniciou o processo de pesquisas e estudos para levar as ruas de Bom Conselho mais uma edição do Carnaval de Zé Puluca. Algumas propostas de mudanças e inclusões de novas ações estão sendo já avaliadas. A pedida para 2018 é realizar uma prévia mais cultural. De certo o silêncio sobre os detalhes principais do festejo reinará. Algumas entidades carnavalescas já iniciaram os contatos com a AMABC, solicitando parcerias e espaços para se apresentarem durante o festejo que homenageia a memória do Maestro Zé Puluca. Um novo tema está sendo avaliado, mudança na cor dos abadás já é dado como certo. Agora é esperar para ver o que de bom virá, no próximo encontro.

AMABC: Blocos Carnavalescos de Bom Conselho serão convidados para a 5ª Folia de Puluca


A Direção do Carnaval de Zé Puluca convidará os blocos carnavalescos de Bom Conselho para sua 5ª Edição. Em agosto desse corrente ano, Carlos Alberto se dirigirá aos organizadores dos Blocos Carnavalescos de Bom Conselho, onde oficializará o convite. A ideia é seguir o bom exemplo do bloco das Caveiras, Xipê, Os que Restaram... Que no 4º Festejo de Puluca se organizaram e caíram na folia. O convite se estenderá também para os brincantes foliões de Rainha Izabel. A ideia é juntar, para que cada grupo possa reunir sua turma de brincantes e cair na folia. "Essa é uma festa de todos. Um verdadeiro encontro da família bonconselhense. E nada mais justo que o Domingão de Puluca seja confraternizado com todos ao som de muito frevo!!!" Pontuou Carlos Alberto.