quinta-feira, 27 de julho de 2017

Folguedo da Nega da Costa, no V Carnaval de Zé Puluca


A 5ª Edição do Carnaval de Zé Puluca terá em seu cortejo carnavalesco o Grupo Cultural NEGA DA COSTA de Quebrangulo/AL. Fundado pelo mestre Basílio, descendente de escravos. O Nega da Costa foi fundado em 1910, e é o único grupo reminiscente deste folguedo. A dança é um frenesi de homens, jovens e meninos, com o corpo todo pintado de preto, vestidos de baianas, rebolando e se estrebuchando ao som do maracatu, num supremo deboche à dominação branca nos engenhos e casas grandes do Brasil Colonial. 

Quem nunca viu, pode se preparar, porque a alegria vai tomar conta das ruas de Bom Conselho. De tradição secular, reza a história que os senhores de engenho gostavam de pegar as mais belas moças e mulheres escravas, oriundas da Costa do Marfim (África) para suas relações extra conjugais e secretas. Insatisfeitos com os desfechos, maridos e namorados negros durante a celebração da dança, escondiam as suas mulheres no mato e se passavam pelas mesmas vestidas de trajes femininos, dançando para esses senhores brancos, mas sempre de costas, para que os mesmos não percebessem a troca. A vinda da Nega da Costa para o Carnaval de Zé Puluca, é uma parceria da Associação do Músicos de Bom Conselho, com a Prefeitura Municipal de Quebrangulo/AL. Administração, Prefeito Marcelo Lima.