segunda-feira, 21 de maio de 2018

Zé Puluca, a força da interiorização do carnaval de Pernambuco


Mais que frevo e tradição, o Carnaval de Zé Puluca é uma folia que vem se popularizando cada vez mais no Agreste Meridional de Pernambuco. É no festejo de Momo de Puluca que o frevo em sua diversidade cultural, leva as ruas de Bom Conselho uma verdadeira multidão. Como na Idade Média, a festança que homenageia a memória artística do saudoso maestro Zé Puluca, é cultuada nas mais nobres tradições carnavalescas. Conduzindo seus foliões pelas ruas e praças de Papacaça. Em um cenário alegre e familiar sem violência. É na espontaneidade do povo que ecoam frevos, marchinhas sambas e maracatus. Numa mistura capaz de agradar aos mais diferentes tipos de foliões. Não seria exagero algum afirmar que a Folia de Puluca vem contribuindo a cada ano, no fortalecimento do carnaval cultural. Descentralizando os pré-festejos, tradicionalmente concentrado em Recife e Olinda. Bom Conselho vem se tornado uma rota de interiorização alternativa, bastante promissora. Atraindo foliões das cidades de Garanhuns, Terezinha, Brejão, Saloá, Iati, Águas Belas, Paranatama, Correntes, Lagoa do Ouro... No Estado das Alagoas, já é possível ver gente de Palmeira dos Índios, Quebrângulo, Arapiraca e Maceió. Na zona metropolitana da Capital Pernambucana. Recifenses e Olindenses, já incluem em seus roteiros carnavalescos, a Folia de Zé Puluca como a mais nova opção do genuíno carnaval de rua. O que falta é mais ação e participação dos poderes públicos. Ajudando o grande festejo, que mais gera renda, a movimentar, a Cidade natal de Dantas Barreto.