sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Zé de Dinda nosso Trombonista ...



Zé de Dinda
Associação dos Músicos Amadores de Bom Conselho, vem resgatando a memória dos nossos saudosos artistas, pessoas que marcaram épocas douradas de uma Bom Conselho de Carnavais majestosos, nosso homenageado em tela é o músico e carnavalesco JOSÉ RAMOS DE SOUSA BIAS, o Zé de Dinda.

Documento de Identificação de Zé de Dinda

Dinda foi um dos fundadores da Orquestra Villa Lobos, sendo seu primeiro Trombonista, o bom-conselhense Zé de Dinda era amante da música, mais de uma nobreza invejada, gostava de tocar seu trombone para todas as agremiações carnavalescas de sua época, na cidade que aprendeu amar e respeitar seus amigos, tanto é verdade que fazia questão de tocar nos blocos; Amigo da Onça, Ou Vai Ou Racha, Leão do Norte, Não Paga Nada, As Moreninhas entre outros.  


Zé de Dinda
Filho do Maestro Joaquim José de Souza Bias, Regente esse que foi seu professor de música, e pelas suas mãos aprendeu o oficio de tocar trombone, sendo músico por mais de quarenta e cinco anos da Orquestra Villa Lobos.  

Maestro Joaquim José de Souza Bias

Maestro Joaquim José de Souza Bias foi pai de 18 filhos, disciplinado e bastante exigente, ensinou a cada um dos seus filhos, o sagrado oficio de ser músico, por seu primogênito ter tocado errado em uma prestigiosa apresentação na Rua Joaquim Nabuco, Centro de Bom Conselho, quebrou o Clarinete em sua cabeça.


Titulo Eleitoral do Maestro Joaquim José de Souza Bias

A AMABC vem dando conhecimento das riquezas culturais de Bom Conselho, e demonstrando os valores de uma terra de infinitos artistas, que já brilharam e que continua abrilhantando nosso vasto vale de beleza cultural.

Bom Conselho
Ao seu Eminente Filho
José Ramos Souza Bias
(Zé de Dinda)