quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Poeta Augusto Gomes, uma perda irreparável




   
Hoje é um triste dia para a cultura de Bom Conselho, que perdeu seu mais Eminente filho, o Poeta Augusto Gomes de Assis.

Escritor, Poeta, Letrista, Cronista e Compositor Augusto Gomes era um homem erudito, de origem humilde do distrito da Barra do Brejo, oriundo dos trabalhos árduo do campo, foi um verdadeiro vencedor, onde tudo que aprendeu foi através da educação informal.

Em vida foi um apaixonado pelos encantos da vida simples do homem do campo, autor de mais de 350 poemas e sonetos, com varias redações cronicas e relatos editou 2 livros e compôs mais de 180 músicas em diversos e vários ritmos.

A Convite da AMABC - Associação dos Músicos Amadores de Bom Conselho, o Escritor Augusto Gomes, participou da I Conferência Municipal de Cultura de Bom Conselho, onde fez questão de revelar a todos que lá estavam, sua tristeza, que jamais em tempo algum, se quer foi contemplado com uma simples caneta, por nenhum seguimento público ou privado, e que todos os frutos do seu trabalho sempre foi custeado por recursos próprios.

A pouco mais de 3 meses o presidente da AMABC, convenceu o Poeta Augusto Gomes a registrar suas obras através de um Documentário, assim foi feito.

Eram nas sextas-feiras a tarde que o presidente Carlos Alberto, se dirigia a residência do nosso saudoso Poeta, para registrar seus acervos cuturais.

"Perdi mais do que um amigo, perdi o privilegio de ter acesso ao homem erudito, que dedicou sua vida a arte vocacionada pela escrita, o autodidata que apenas desejava ser reconhecido pela sua arte, diante da terra que o consagrou como o Poeta. Vá amigo Augusto em paz, e que a luz divina conduza sua nova jornada de vida, ao encontro de um mundo mais justo e digno a sua cultura, e obrigado pelo privilegio de ter te conhecido". Declarou Carlos Alberto.