sábado, 5 de julho de 2014

II Carnaval de Zé Puluca faça parte dessa história



A AMABC tem a concepção de quem faz o carnaval é o povo, por isso que a iniciativa deve partir do principio, que todo poder emana do povo e em seu nome será exercido. Assim nasce a vontade do povo.

O Escrito Ariano Suassuna, em suas citações em defesa da cultura, lembra muito do seu saudoso amigo Capiba, um grande compositor, uma figura extraordinária, que ficava indignado quando diziam que cachorro gosta de osso. Capiba proferia, só dão osso ao cachorro, depois dizem que ele só gosta de osso. Ele adora comida como todo mundo. Ele também aventava, bote um osso e bote um filé para ver qual é que ele escolhe. Agora não estão deixando a juventude brasileira entrar em contato com o filé. Só estão lhes dando osso.

É assim que os nossos intelectuais enxergam a forma que os governantes desse país propõem em suas ações diante da cultura brasileira. OSSO !!!

Por isso que a AMABC trabalha para levar o filé da cultura a toda sociedade bomconselhense, e em especial as crianças e jovens de Papacaça, e não o osso como muitos insistem em promover. 

Essa história que não há previsões orçamentárias para melhor gasto na cultura, não passa de uma conveniente justificativa injustificável, pois quem direciona os respectivos gastos na cultura, são os ordenadores de despesas dos poderes executivos do Brasil; prefeitos, governadores e presidente. Como bem ver, só querem dar ao nosso povo, o OSSO. 

Se atentarmos bem, veremos que a valorização do artista popular em modo geral é de fazer chorar, pois além de não ter o espaço para apresentar sua cultura, quando ganha tal oportunidade, só recebe seu cachê depois de um ano, tratamento diferente aos artistas de melhor exposição da mídia nacional, que se não receberem antes das suas apresentações, nem no palco sobem para se apresentarem.

Na contramão do OSSO, a AMABC trouxe para o I Carnaval de Zé Puluca, o renomado Maestro Spok e sua Orquestra Marco Zero, filé da cultura pernambucana, musicista de reconhecimento nacional e internacional, que encantou a todos, com um rico repertório de músicas de frevo, ritmo esse Patrimônio da cultura pernambucana, que recentemente é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade.   

Por tudo isso a AMABC tem o privilegio de convidar toda Sociedade bomconselhense, a participar do II Carnaval de Zé Puluca, tragam seus familiares e amigos, para que juntos possamos render homenagens aos artistas de Bom Conselho.  

Faça você parte dessa história !!!