sábado, 18 de outubro de 2014

O poeta Augusto Gomes será homenageado no III Carnaval de Zé Puluca


O III Carnaval de Zé Puluca terá o privilegio de homenagear o bomconselhense Augusto Gomes, o Poeta de Bom Conselho. Por tradição da entidade de músicos de Bom Conselho, a Direção da AMABC costuma informar com antecedência seus homenageados, bem antes da realização do festejo que rende homenagem ao maestro José Duarte Tenório (Zé Puluca), ou seja, bem antes da realização do II Carnaval de Zé Puluca.

Nesse último dia 10 de outubro desse corrente ano, fez um ano que o nosso saudoso Poeta Augusto foi recitar suas poesias diante dos anjos de Deus, levando consigo as doces lembranças de uma vida dotada da simplicidade do homem do campo, que lutou bravamente contra as diversidades que por muitas vezes, foram infortunais diante da sua existência. Bom Conselho perdeu um dos mais autênticos e criativos artistas da arte poética. Escritor com mais de 350 poemas e sonetos, com varias redações de crônicas e relatos, autor de 2 Livros; "O Histórico de Papacaça Narrado Em Versos" e "Um Conjunto de Frases Próprias de Uma Língua", onde Compôs mais de 180 músicas, dos mais variados ritmos; boleros, valsas, sambas, frevos, marchinhas de carnavais, forró, baião, xote, xaxado, dobrados. Sua sentida ausência deixou a cultura da sua amada terra (Bom Conselho), mais empobrecida. 

“Posso dizer que a oportunidade que não tive de conhecer o maestro Puluca em vida, foi me dada em ter o privilegio de vivenciar alguns meses que antecederam a ida do Poeta Augusto Gomes ao encontro de Deus. Nessa pequena, porém, marcante jornada de oportunidade, pude registrar vida e obra do saudoso poeta, filmando cada relato do seu afortunado legado cultural. Homem dotado de uma vocação literária poética, dada pelo nosso generoso criador. Augusto Gomes jamais cursou uma escola em toda sua vida, foi autodidata, um apaixonado pela música e pelos encantos das palavras, que por muitas vezes expressou os sentimentos arrebatador do romancista Cervantes de Bom Conselho. Homenageá-lo é reconhecer sua incansável luta do homem humilde que foi, um digno representante da cultura popular de Papacaça. Salve o Poeta Augusto Gomes, futuro gigante do Carnaval de Zé Puluca!”. Declarou Carlos Alberto, presidente da AMABC.