domingo, 28 de dezembro de 2014

Ariano Suassuna no Reino do Carnaval de Zé Puluca


Esse ano o maior Bloco Carnavalesco do Mundo, Galo da Madrugada homenageou Ariano Suassuna, o Cervantes da Cultura Popular Nordestina. Uma justa e bela homenagem que foi proferida ao mestre escritor, ainda em vida. Homenagem essa que ficará registrada nos anais da história carnavalesca do Galo da Madrugada e de todo Pernambuco. Há 270 km da capital pernambucana, situado no agreste meridional de Pernambuco, na cidade de bom Conselho, surgiu por iniciativa do presidente de uma entidade de músicos, o Carnaval de Zé Puluca. Uma manifestação oriunda da cultura popular nordestina, vinda do Estado mais cultural do Brasil. Pernambuco. Em tempo de outrora Bom Conselho já festejava os mais belos carnavais do interior da terra dos altos coqueiros. Tempos que havia maratonas de blocos e o molha molha dos saudosos corsos, vividos intensamente pelos nossos pais e avos. Hoje a terra que ficou conhecida em todo Brasil por Pedro de Lara, ex-jurado de televisão, viu surgir um jovem músico, que em vida foi batizado e registrado como JOSÈ DUARTE TENÒRIO, conhecido com Puluca, alcunha herdado pelo seu pai. Assim surgiu o Maestro Zé Puluca, que em vida alegrou os mais belos e badalados carnavais de Bom Conselho., autor de mais de 200 composições entres elas, genuínos frevos.


Em 2013 Carlos Alberto, presidente e idealizador do Carnaval de Zé Puluca, foi ao encontro do gabinete do então Secretário Ariano Suassuna, onde por inúmeras vezes foi bem recebido pro sua Assessoria. O objetivo na época era viabilizar a Aula – Espetáculo de Ariano Suassuna na Cidade de Bom Conselho, objetivo esse que foi alcançado parcialmente, pois a referida Aula chegou até ser marcada, mais devido a um problema de doença do Mestre Suassuna, foi cancelada. Com o restabelecimento de Ariano, o presidente da AMABC, encaminhou aos seus cuidados um convite a Suassuna para que o ilustre escritor pudesse ser Patrono do Carnaval de Zé Puluca. O tempo foi passando, até que em maio de 2014, ao revisitar seu gabinete, o presidente da AMABC, recebeu de sua Assessoria, a confirmação que Ariano Suassuna iria a Papacaça para realizar a tão esperada Aula – Espetáculo já no mês de julho. Fato esse não ocorrido, porque a morte não deixou. Na ocasião Carlos Alberto foi também informado que Suassuna iria receber a direção da AMABC com o Gigante de Puluca. Foi quando o presidente da entidade de músicos de Bom Conselho teve que decidir se gostaria de encontrar com o Mestre Ariano em sua residência ou no Hotel Tavares Correia (Garanhuns). Carlos Alberto imediatamente optou pelo Hotel. Foi lá em um sábado de chuva um dia anterior a sua última Aula - Espetáculo em vida, que o escritor Ariano Suassuna declarou sua alegria em ser o Patrono do Carnaval de Zé Puluca, se tornando Perpétuo Sócio Benemérito da Associação dos Músicos Amadores de Bom Conselho, onde na ocasião externou agradecimento por ter sido escolhido em representar um Projeto de resgate a memória dos artistas de Bom Conselho.     
  
Encontro esse que rederam a AMABC, memoráveis registros ainda em vida com o Patrono do Carnaval de Zé Puluca. No dia 08 de Fevereiro de 2015, o Festejo de Puluca levará as ruas de Bom Conselho, o Gigante do seu Patrono, que passará a ser homenageado em todas as futuras edições do Carnaval de Zé Puluca. Onde o Gigante de Ariano Suassuna dará inicio aos vindouros Festejo de Momo de Bom Conselho, que renderá eternas homenagens a memória artística de Papacaça.  

Obs: A gravura acima foi extraída do Livro “Os Sertões Infinitos de Rosa e Suassuna” de Autoria do Escritor Peterson Martins, onde recomendamos aos nossos leitores sua aquisição.