terça-feira, 21 de abril de 2015

Falece o sanfoneiro Camarão, último forrozeiro patrimônio vivo de Pernambuco


Faleceu nesta terça-feira (21) no Hospital Santa Joana, aos 74 anos, Reginaldo Alves Ferreira, mais conhecido como Camarão, um dos maiores mestres sanfoneiros de Pernambuco. Internado há seis dias para tratamento de uma infecção intestinal, Camarão era paciente renal e sentiu-se mal na última segunda-feira (13). 

Camarão era um dos Patrimônios Vivos de Pernambuco, por meio da Lei estadual nº 12.196, de 2 de maio de 2002, onde dedicou sua arte por mais de meio século. Foi professor de sanfoneiros como Cezzinha e Targino Gondim, considerado pela classe artística, como um dos mais expressivos musicistas do Brasil, oriundo da rica cultura nordestina. Camarão deixa um rico repertório e um exemplo de dedicação à difusão da cultura pernambucana.