domingo, 10 de abril de 2016

CARNAVAL DE ZÉ PULUCA: A luta pelo não-esquecimento dos valores culturais de Bom Conselho

Maestro Zé Puluca

Algumas pessoas por falta de informação, quando ver a Folia de Puluca ganhar as ruas de Bom Conselho, se limitam apenas em enxergar o lado mesquinho dos supostos lucros. Afinal em um mundo de empobrecidos, o dinheiro é senhor deus das almas desafortunadas. Muitos acham que tudo é de graça, que nada tem custo. E se houver o tal “custo” deve ser bem baratinho. E que a única estrada que conduz o Carnaval de Zé Puluca seja a da lucratividade. Que é uma pena. Talvez por tal juízo, a cultura bonconselhense viva em total abandono. Convenhamos, fazer cultura sem dinheiro não é pra qualquer um. É preciso ter acima de tudo coragem, muita determinação e amor a causa . Pois atrás das cores e brilhos do “CARNAVAL DE ZÉ PULUCA” existe um grande propósito. “Lutar pelo não-esquecimento dos valores culturais de Bom Conselho”. 

Mestre Galo Preto

É bastante comum em roda de amigos, ouvimos alguém aventar a grande importância que a cultura tem em nossas vidas. Mais quando o assunto é “botar a mão no bolso” ai são outros quinhentos. Afinal quem de sã consciência vai querer investir em algo que financeiramente não trás a lucratividade imediata? Imagine quando o assunto é “Preservação da Memória Artística Cultural”. E novamente voltamos a inúmeros questionamentos. Tipo: Pra que serve? Dar dinheiro? Quanto? Ou talvez para afirmações como: Isso em Bom Conselho o povo não quer saber!, Sem futuro!, Isso aí é para a capital!

Mestre Sanfoneiro Basto Peroba

Mais tem quem pense diferente, precisamos pensar diferente mesmo, pois se não pensarmos em preservar a memória artística de Bom Conselho, estaremos condenando o nosso amado município a ter um futuro sem identidade cultural. Pois isso quando alguém for terce comentários negativos para o que está sendo feito no Carnaval de Zé Puluca, lembre-se da importância do movimento carnavalesco, na vida cultural de nossa cidade. Observem que são as pessoas que estão sendo homenageadas. E qual sua importância cultural para a municipalidade.

Pedro de Lara

Atrás do trabalho que está sendo feito, tem quem se preocupe, em manter vivo a memória dos nossos ilustres artistas da cultura popular de Bom Conselho. Cada um com a sua representatividade. observa-se que, ao mesmo tempo em que um grupo quer esquecer, outros testemunharam acontecimentos e querem inscrever suas lembranças contra o esquecimento, para que a memória continue sempre viva. É a luta pelo não-esquecimento da história cultural da nossa cidade.