terça-feira, 21 de junho de 2016

ZÉ PULUCA E ARIANO SUASSUNA: 90 anos de literatura, música, cultura e tradição


Não foi por acaso que a divindade uniu personalidades tão distintas, para compor um novo conto de reinos. Onde a música e a dramaturgia se uniram em prol da cultura nativista. Em 2017 em terras de Dantas Barreto, o movimento pré-carnavalesco denominado “CARNAVAL DE ZÉ PULUCA”. Festejará os 90 Anos de Zé Puluca e Ariano Suassuna. Genuínos militantes da cultura nativista nordestina. Se pelo lado Suassuna, regia o erudito Armorial. Puluca foi o improvisador autoditada da bela arte musical, dom herdado pela divindade. Mesmo sem ter cursado se quer uma escola de música, aprendeu sozinho a arte que lhe concedeu o oficio de maestro. Já Ariano possuidor de uma inteligência notável. Materializou a bela arte da divindade, levando a dramaturgia a narrar romance, poemas, comédia e música erudita. Quis o destino unir a força transformadora da cultura, em um grande encontro Armorial. Celebrando o legado daqueles que dedicaram suas vidas em prol da valorização e difusão da rica cultura nativista nordestina!