sexta-feira, 16 de setembro de 2016

GIGANTINHO DO CHICO SCIENCE: Visita Centro Educacional Santa Mônica


Em visita ao Centro Educacional Santa Mônica o gigantinho de Chico Science recebeu de cara um mar de sorrisos e simpatia da criançada. Por onde anda o ilustre convidado do Bloco do Pululuquinha ganha deslumbramento do público infantil. A presença do bonequinho Chico Science cada vez mais aproxima as crianças bonconselhenses a deslumbrante cultura carnavalesca de bonecos gigantes.


Tudo começa com um simples toque, seja no rosto, na mão, no corpo ou até mesmo no chapéu. A curiosidade fala mais alto nessa hora, afinal não é todos os dias que um boneco da cidade alta de Olinda visita uma instituição de ensino ao um público para lá de especial. Na verdade o encontro sempre termina em uma farra de risos e brincadeiras.


Todos querem tocar o gigantinho do Chico Science, mais quando o assunto é tirar fotos, ai a galerinha se unem com aquele sorriso, registrando o mágico momento para posteridade. Aos poucos o Projeto do Carnaval de Zé Puluca vai avançando, rumo a novos horizontes. Ganhando novos adeptos ao movimento, que homenageia memória do saudoso maestro José Duarte Tenório (Maestro Zé Puluca).


Não seria exagero algum afirmar que o Bloco do Pululuquinha já caiu no gosto da criançada. Afinal é de braços bem abertos que a AMABC vêm lutando a cada ano para oferecer uma cultura carnavalesca genuinamente pernambucana. Imagine quando chegar os outros bonequinhos, dar vontade de voltar a ser criança. A pesar de alguns empecilhos Carlos Alberto segue firme em suas ações para oferecer as crianças bonconselhenses um genuíno Bailinho de Carnaval. Onde a palavra de ordem é “SE DIVERTIR”.


Por isso no dia 12 de Fevereiro de 2017, Bom Conselho vai Pululucar no I Bailinho do Pululuquinha. Orquestra e passistas de frevo, palhaços, pernas-de-pau, bonequinhos gigantes, bonecos gigantes do Carnaval de Zé Puluca e muita folia de momo. Essa festa vai ficar na história de Bom Conselho.


Taí, eu fiz tudo pra você gostar de mim / Ô, meu bem, não faz assim comigo não / Você tem, você tem que me dar seu coração...