quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Perdoe-nos, se a nossa Folia é Democrática!



Por: Carlos Alberto


O principio maior da humanidade “É”, e sempre “SERÁ” a “LIBERDADE!”. Que diga Joaquim José da Silva Xavier, o nosso Tiradentes. Que ao se manifestar para seus repressores. Simplesmente falou “Liberdade, ainda que tardia!”. Entendo que a Democracia do Brasil ainda é uma criança perdida entre o bem e o mal.  Acreditem meus amigos, o grande vilão dessa história não é a Democracia. Mais sim, as pessoas! Que muitas das vezes ao se pronunciarem, dependendo das suas conveniências e de seus interesses, poderão manifestar suas opiniões em apoio ou não a ideias ou segmentos. O Carnaval de Zé Puluca é uma manifestação cultural apartidária. E digo de passagem, um exemplo genuinamente democrático! Em nossa folia gozamos do privilégio em sermos apoiados por membros partidários, tanto da situação como da oposição. O que a meu ver, faz do Carnaval de Zé Puluca uma Folia de TODOS e TODAS. Vale ressaltar que o Festejo que presta homenagem as memórias artísticas do nosso povo, é realizado na “RUA”. Ou seja. “EM VIAS PÚBLICAS!”. O que garante a “TODOS OS CIDADÃOS” o direito de ir e vim. Assim diz e determina a Constituição do Brasil! Vale salientar que "NÃO POSSO". "NÃO TENHO PODER". "E NEM O DIREITO DE PROIBIR" seja quem "FOR", em querer "HOMENAGEAR-SE", ou "HOMENAGEAR ALGUÉM", mesmo que seja em forma de "BONECO GIGANTE". Por ser um evento em via pública, também não posso proibir que outros bonecos gigantes, desfilem durante o Carnaval de Zé Puluca. Sugiro que em vez de se preocuparem com esses prós menores. Aproveitem a oportunidade de se divertirem juntos com seus amigos e familiares. Abraços a todos. E viva o Carnaval de Bom Conselho!