segunda-feira, 23 de março de 2015

A foto em busca de uma história


A imagem se destacava entre a pilha de fotografias do acervo do Diario de Pernambuco referentes ao carnaval. Estava lá, num papel meio amarelento, sem nenhuma indicação de data e autoria no verso. Que desfile foi este debaixo de chuva, que autoridade recebe flores ou entrega um troféu a integrantes de uma agremiação que enfrentam o aguaceiro sem perder o passo? Este singular registro ainda não foi encontrado nas páginas do jornal, mas o personagem em questão parece ser Ariano Suassuna, o escritor paraibano que adotou Pernambuco como lar até a sua morte no dia 23 de julho de 2014, aos 87 anos de idade. Entre 1975 e 1978, ele atuou como secretário de Educação e Cultura do Recife e poderia ter comparecido, como autoridade responsável, ao desfiles das agremiações na Avenida Dantas Barreto.

Na década de 1970, Ariano Suassuna frequentava as páginas do Diario não apenas como autoridade pública. Entre 1976 e 1977 ele publicou, primeiro no jornal, o seu livro História d’o rei degolado nas caatingas do sertão: ao sol da onça Caetana em formato de folhetim semanal. Antes e depois, já havia concedido ao Diario muitas entrevistas e lido várias resenhas sobre a sua obra. Terá sido realmente ele nesta foto? Quem souber de mais detalhes, cartas à redação. Ou melhor, comente aqui mesmo, no Direto da Redação.

Atualização da postagem – No dia 16 de fevereiro, o internauta Jhonatan Lourenço deixou um comentário na postagem desta foto no Facebook do Diario. Ele escreveu: “Eu sei, Diario, quando foi isso. Isso foi em 1979 na Avenida Nossa Senhora do Carmo durante o desfile das agremiações. Era uma segunda-feira e chovia bastante. Naquela época havia uma espécie de júri que ficava um pouco do lado do pessoal que ficava nas arquibancadas e Ariano foi o jurado naquele ano. Prova disso tenho comigo, uma foto de minha mãe, toda molhada, ao lado do mestre”.

Na coleção do Diario sobre o carnaval em 1979 não foi localizada a imagem acima de Ariano. Ela realmente permaneceu inédita todo este período. Tornou-se pública graças à internet. E à ajuda de quem aprecia uma fotografia excepcional. Como o principal personagem dela.

Fonte:http://blogs.diariodepernambuco.com.br/diretodaredacao/2015/02/12/a-foto-em-busca-de-uma-historia/