terça-feira, 16 de junho de 2015

O Carnaval de Zé Puluca homenageia seu Patrono: 88 anos de Ariano Suassuna


Hoje 16/06 o Carnaval de Zé Puluca, comemora com bastante saudade os 88 anos de existência do seu perpetuo Patrono, Ariano Suassuna. Nossos aplausos são para o inventivo do Movimento Armorial, autor de obras como "Auto da compadecida e O Romance d’A Pedra do reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta", foi sem duvida um preeminente defensor da cultura do Nordeste do Brasil. O paraibano de Alma pernambucana em vida, foi Membro fundador do Conselho Federal de Cultura (1967); nomeado, pelo Reitor Murilo Guimarães, diretor do Departamento de Extensão Cultural da UFPE (1969). Ligado diretamente à cultura, iniciou em 1970, no Recife, o “Movimento Armorial”, interessado no desenvolvimento e no conhecimento das formas de expressão populares tradicionais. Convocou nomes expressivos da música para procurarem uma música erudita nordestina que viesse juntar-se ao movimento, lançado no Recife, em 18 de outubro de 1970, com o concerto “Três Séculos de Música Nordestina – do Barroco ao Armorial” e com uma exposição de gravura, pintura e escultura. Sendo posteriormente Secretário de Cultura do Estado de Pernambuco, no Governo Miguel Arraes (1994-1998).

Ao nosso saudoso Patrono, eterna gratidão.
Viva o eterno Reino Cultural do Mestre Ariano Suassuna!